terça-feira, 8 de junho de 2010

Foto-Poema

Poema engaiolado
Meu poema
caiu do ninho.
Ele ainda
não tinha asas.
Achei que podia
cuidar dele.
Dei comida
Dei bebida
Dei carinho
Mas na primeira
oportunidade
meu poema
bateu asas.


3 comentários:

Ana Tapadas disse...

Um post que é uma delícia: pelo trabalho de composição fotográfica e pelo ritmo do poema.
Beijo

Letícia disse...

Lembrei de um texto antigo que li. Era sobre uma mulher que voava... meio estranho, mas lembrei. E gostei muito da imagem. Poemas em gaiolas ou caixas de sapato.

E amanhã devo te mandar o livro. Espero que goste.

Um beijo.

Gerana Damulakis disse...

Linda composição poema e foto.