domingo, 6 de junho de 2010

O helicóptero

O helicóptero
bicho inconveniente
gafanhoto de metal
não sabe passar despercebido?
Quando sobrevoa
a cidade
é de uma arrogância absurda.
As hélices fatiam
o vento em milhões
de pedaços
e os espalha
sobre os edifícios
num barulho
infernal.
Helicóptero
alma de dinossauro.

Um comentário:

Andreia disse...

Lindo poeminha!
Passando para desejar-te
um iluminado Domingo.
Beijosss...