quarta-feira, 4 de agosto de 2010

FLIP FLAP FLEP FLOP FLUP

Algumas coisinhas sobre a Festa Literária Internacional de Paraty, que começa hoje.
- Se a festa é literária, por que chamaram oo FHC para fazer abertura falando de Gilberto Freire?
- Por que há mais mesas discutindo sociologia do que poesia e prosa?
- Cadê os novos escritores entre os convidados?
- Destaques desta edição serão Peter Burke e Terry Eagleton.
- Gilbert Crumb (o quadrinista que acabou de lançar Gênesis) também promete.
Mas vou ficar por aqui. Sossegado na minha senzala.
Paraty, dessa vez, não é para mim.

4 comentários:

Renata Luciana disse...

Fico contigo, sossegada, pensando nesses porquês.

Tereza Maria disse...

Concordo..Virou mais uma feira internacional de política ..Que pena para a literatura....está perdendo espaço dentro de seu próprio espaço.....

Rafael Castellar das Neves disse...

É cara...também achei tudo isso muito estranho, perde-se a credibilidade...

E pra piorar, Lou Reed cancelou!

[]s

Anônimo disse...

When somеone writes аn post hе/ѕhe maintains the imagе of a usеr
in his/her brain that how а user can underѕtand it.
Therefore that's why this paragraph is outstdanding. Thanks!

Visit my web site :: Http://www.prweb.com/releases/silkn/sensepilreview/prweb10193901.htm