domingo, 16 de agosto de 2009

Sem abraços e beijos, por favor!

Amanhã volto à escola e não vou poder receber beijos e abraços. Tampouco vou poder apertar a mão dos amigos ao dizer "tudo bem?". Só um olá insosso.

O abraço, o beijo e o aperto de mão são o sal de qualquer relação. O abraço bem dado significa que estou envolvendo o outro do mais puro eu. É vontade expressa de que dois sejam um. Um aperto de mão, mesmo leve, é um curto-circuito entre dois corpos, transmissão da mais pura presença. Um beijo, então, é pura necessidade de saborear o outro, de leve, ou com sofreguidão.

Mas não amanhã. Amanhã e depois de amanhã e ainda nesta e na outra semana, tudo isso será extremamente perigoso. Abominável até. Porque haverá por ali um vilão louco por abraços, beijos e afetos.

Voltaremos mais pobres de afeto amanhã, reencontraremos nossos amigos e nos contentaremos em rir juntos, mas não tão juntos, porque o vilão estará nos espreitando, querendo se instalar no mais íntimo do nosso ser e fazer um estrago daqueles.

Acho que amanhã vou aparecer com uma placa de advertência colada na testa ou na camisa: "Amo você, mas por favor, mantenha distância!"

3 comentários:

Rosana disse...

Que legal!!!! Adorei!!! Tamanha sensibilidade para escrever de forma jocosa sobre um assunto tão estressante quanto essa GRIPE SUÍNA que não acaba nunca!! Sinta-se abraçado , de mão apertada e de rosto beijado.
Com carinho,
Rosana Cattete

Aparecida disse...

Olá professor! Adorei o seu texto! Concordo com você. Temos mesmo que nos cuidar! O vilão estar solto e não escolhe vítima. Beijos!!! Distantes.

Andreia disse...

Rsrsrsrsrsr....
Só podia ser você mesmo! Estou rindo sozinha.
Adorei. Beijosss e calorosos abraços virtuais para ti...
Ah! Já ia me esquecendo, depois que li o livro que me emprestou sobre as mulheres Árabes reescrevi aquele texto sobre a mulher e publiquei no blog. Passa por lá para ver se gosta, o blog está de visual novo!
O link é:
http://andreia-devaneios.blogspot.com/2009/05/homem-e-mulher-uma-so-carne.html
Bjkssss