segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Meu playmobil

Quem foi criança na década de 70 e 80 sonhou com o brinquedo Playmobil, verdadeira febre nessa época. Como a cidade onde cresci tinha congregações religiosas de freiras e frades alemães, nas quermesses sempre apareciam com um brinquedo que era a sensação de uma das barraquinhas de jogos. Nunca ganhei um, mas ficava horas olahndo o brinquedo que se movia sozinho e era cheio de pecinhas. Acho que já estava ali minha vontade de inventar histórias. Eu queria um playmobil para criar minhas próprias histórias com eles. Ficava só com água na boca.  Até hoje, espero o meu playmobil. Será que vou ter que fazer terapia? Veja a exposição na Espanha em homenagem aos 36 anos desse brinquedo delicioso.

Um comentário:

Renata Luciana disse...

Coisa boa de lembrar
cheiro de minha infancia
não os tinha
mas um vizinho dispunha de boa parte da coleção
entre navios e muitos soldadinhos. Ainda sinto com frescor as lembranças daquelas tardes cheias de imaginação e fantasia.