sexta-feira, 3 de julho de 2009

Nunca...

Nunca!
Não me diga nunca essa palavra NUNCA sozinha.
ela não cabe no mundo assim, tão sozinha.
ela é perversa e macula o instante, solitária.
NUNCA!
Não ouse lançar esse vocábulo
assim, aos quatro ventos,
como se você fosse tão poderoso.
Arrogância,
teu nome se chama NUNCA.
Prepotência,
tua máscara é NUNCA.
Por que o humano insiste em ser tão diabóide
para soprar os fúnebres fonemas da palavra
NUNCA?!

Um comentário:

Andreia disse...

Oiiii! Esta palavra não faz parte do meu dicionário e muito menos da minha vida. Nunca é para fracassados e derrotados e com certeza não sou nem uma e nem outra.
Doces beijossss, te adoro!!!